Um ano de muito trabalho

Já passou um ano desde que o Instituto Reúna começou a existir. E no Reúna nós gostamos muito de comemorar cada conquista, cada data importante, cada boa notícia. No nosso primeiro aniversário, temos muito a agradecer e festejar. Nossa jovem equipe trabalha incansavelmente reunindo especialistas, educadores, organizações e redes de ensino de todo o Brasil em um movimento para desenvolver as melhores práticas pedagógicas visando apoiar a implementação dos currículos referenciais alinhados à Base Nacional Comum Curricular da Educação Básica.

O Reúna nasceu em 2019, a partir de uma iniciativa da Fundação Lemann e da Imaginable Futures para criar referências técnico-pedagógicas no desenvolvimento de um sistema educacional coerente, que garanta uma aprendizagem de qualidade e com equidade a todas as crianças, adolescentes e jovens do Brasil (conheça mais sobre o nosso começo neste post). Com o apoio destas duas organizações e de outros parceiros como Itaú Social, Fundação Roberto Marinho, Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal, Movimento pela Base, Caed da UFJF, Instituto Iungo, Cenpec e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), entre outros, conseguimos participar de ações e desenvolver produtos que já se constituíram como referências nacionais para a educação do Brasil, inclusive nesta situação de pandemia que desafiou a todos em 2020.

Foi por meio dessas parcerias que:

  • apoiamos ações da Frente Currículo e Novo Ensino Médio do Conselho Nacional de secretários de educação (Consed) na elaboração dos novos currículos referenciais da etapa do Ensino Médio
  • produzimos percursos formativos visando que os formadores de professores no Brasil tivessem apoio na realização de formações continuadas dos educadores de Educação Infantil e Ensino Fundamental visando a implementação dos currículos referenciais
  • realizamos a pesquisa “O PNLD e o uso de materiais didáticos no Brasil”, mostrando a visão de educadores das redes públicas de Ensino Fundamental das regiões do país a respeito dos livros e materiais do Programa Nacional do Livro de do Material Didático do MEC
  • produzimos matrizes curriculares para apoiar programas de aceleração da aprendizagem e de Educação de Jovens e Adultos de anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio
  • fizemos a análise das matrizes do INEP para o SAEB, de modo a identificar seus níveis de alinhamento à BNCC
  • apoiamos o Brasil nas ações de priorização curricular por meio dos Mapas de Foco da BNCC, um produto que foi base para a parceria com o CAED da UFJF no desenvolvimento da Plataforma de Apoio à Aprendizagem para que diferentes redes no Brasil realizem, junto aos estudantes de 2º ano do Fundamental à 3ª série do Ensino Médio, avaliações diagnósticas e formativas visando o planejamento das ações em 2021 para minimizar os efeitos da pandemia na aprendizagem dos estudantes brasileiros.

 

Quando olho para trás, penso que fizemos muito em pouco tempo. Mas quando analiso o futuro e a transformação que precisamos ter neste país até que alcancemos a meta 7 do Plano Nacional de Educação e a ODS 4 da Agenda 2030 da ONU, ambas tratando da equidade com qualidade na educação do Brasil, vejo o quanto o Reúna pode fazer, e tenho a dimensão do oceano que, infelizmente não é azul, mas que precisaremos ajudar a atravessar.

Por outro lado, ainda bem que nascemos após a BNCC, uma das conquistas mais importantes deste país na e para a educação nos últimos 20 anos. O caminho é desafiador, mas o ponto de partida existe e é bom o suficiente para sustentar a meta almejada, se todos reunirmos nossas ações em torno dela. Não será fácil, mas tenho certeza de que nosso time inteiro acredita muito que vale a pena.

A todos que nos ajudaram a chegar até aqui, meu muito obrigada. E tenham a certeza de que com todo esse apoio temos a capacidade de ir muito mais longe e celebrar muitos mais aniversários.

Um abraço,

Katia Stocco Smole.